Wry anuncia capa e tracklist do seu novo disco “Aurora”

A icônica e inquieta WRY, banda que ajuda a contar a história do underground e do indie rock brasileiro há mais de duas décadas, se prepara para recomeçar. Com esse tom do fim de uma noite e de um reencontro com a luz, eles lançarão “Aurora”, seu oitavo álbum de estúdio e o primeiro totalmente em português. O lançamento do selo Before Sunrise Records foi antecipado pelos singles “Contramão” e “Sem Medo de Mudar” – faixas que abrem o trabalho – e será lançado no dia 11/11. O novo disco já está disponível para pré-save e tem seu tracklist completo disponível.

Link para o pré-save de “Aurora”: https://ditto.fm/aurora-wry

A banda está em plena atividade – o próximo disco, que terá 11 faixas, é o terceiro lançamento em três anos. Em 2020 lançaram o disco “Noites Infinitas”, o qual entrou em dezenas de listas de melhores do ano, top 10 de programas de rádios brasileiras e norte-americanas e levou o prêmio Dynamite de Melhor Lançamento Indie de 2020. E em 2021 gravaram e lançaram o álbum “Reviver”, uma coletânea de faixas que nunca entraram na sua discografia e que estavam até então inéditas nas plataformas digitais; “Reviver” também entrou em diversas listas de melhores do ano passado.

Esses últimos discos vieram para somar à trajetória do WRY, banda atuante na cena nacional e que já viveu em Londres, onde tocou com The Subways, The Cribs, Ash e The Joy Formidable. Também trabalhou com Tim Wheeler (Ash) e Gordon Raphael (The Strokes). No Brasil, tocaram com diversas bandas importantes como Make Up, Superchunk, Ira!, Inocentes, Jota Quest e Júpiter Maçã. Passaram por festivais como o Bananada, Goiânia Noise, Locomotiva, Lobotomia, Coquetel Molotov, Woodgothic e o espanhol Primavera Sound. “Aurora” promete uma faceta mais acessível da sonoridade da banda, se aproximando do pós-punk para dialogar com temas do Brasil atual.

O próximo álbum se unirá à discografia iniciada em 1998, com o lançamento de “Direct”. De lá para cá, vieram ainda “Heart-Experience” (2000), “Flames in the Head” (2005), “She Science” (2009), “National Indie Hits” (2010) e os recentes “Noites Infinitas” (2000) e “Reviver” (2021). Agora, WRY está pronto para novas experiências que virão com a aurora do novo trabalho.

Tracklist:
Lado A
1 – Sem Medo de Mudar
2 – Contramão
3 – Carta às Moscas
4 – Quero Dizer Adeus
5 – Não Posso Respirar
6 – Labirinto Mental

Lado B
7 – Temos um Inimigo
8 – Pra Onde Eu Vou
9 – Universo Jogador
10 – Coração Sem Educação
11 – Vivendo no Espelho

%d blogueiros gostam disto: