Voando alto Samico estreia Pássaro Blue com participações de Illy e Bárbara Eugênia

 

Pássaro Blue, que flerta com o pop brasileiro,  música popular e o indie, é o segundo álbum de carreira do pernambucano

Entender o amor como a única saída possível para a cura da humanidade é uma das reflexões que propõe Pássaro Blue, segundo disco de carreira do artista pernambucano Samico. O álbum, que conta com participações especiais de Illy e Bárbara Eugênia, está disponível nas plataformas de streaming, via selo Solto no Tempo.

Pássaro Blue, que é também a personificação do alter ego de Samico, nasceu através de reflexões sobre os efeitos positivos do amor genuíno nas relações sociais. “É um disco de amor. Leve e profundo, um tipo de ficção que conta a história de um pássaro azul que tem a missão de salvar a humanidade da sua própria autodestruição e viajou por todo o mundo dissipando sementes de amor verdadeiro. “, conceituou Samico. 

Apostando em um tom mais minimalista, o álbum apresenta uma estética sonora que passeia entre a música popular brasileira, com elementos do pop, folk e uma pitada de indie. São com essas texturas sonoras que Samico brinca com a suavidade das vozes, que muitas vezes se confundem ou fundem-se despertando uma sensação de leveza.

O disco, que traz sete faixas autorais, é fruto de um processo criativo desenvolvido todo à distância e conta com as participações de Illy, na faixa “Paz” e Bárbara Eugênia, em “Coração”, que foi escolhida como single e lançada em janeiro deste ano. 

Em breve, Pássaro Blue também ganhará um formato de Álbum Visual, que traz a direção de Tágory Nascimento e direção de fotografia de  Jão Vicente, e uma intervenção artística de Camila Van Der Linden, que assina a concepção visual de todo o trabalho, em formato de Exposição. 

Sobre Samico 

Samico é produtor musical e instrumentista em Pernambuco, lançou em 2019 seu primeiro disco homônimo, que é uma auto produção.  Também traz na bagagem duas décadas de bastidores e palcos da música brasileira, acumulando trabalhos com nomes como Lia de Itamaracá, Lula Queiroga, Di Melo, Maciel Salú, Marsa, Anselmo Ralph (Angola) e Lisa Papineau (EUA). 

%d blogueiros gostam disto: