Unindo trip hop e salsa, Dois Barcos retorna com novas influências

O power trio Dois Barcos (SP) retorna de um hiato de quase três anos com o lançamento do single duplo “Manto Lunar/Surto”. Nesta nova fase, os músicos exploram novas sonoridades além do rock alternativo e do indie, buscando beats de trip hop, piano de salsa, além de diferentes texturas, a utilização de teremins, elementos revertidos, guitarras distorcidas, bongos, synths eletrônicos, corais, órgão entre outros. As canções representam a misticidade da noite, o sentimento de autoproteção que este período evoca, e funcionam como a materialização da ideia de que é preciso morrer para germinar.

 

“A noite nos traz uma certa adaptação à escuridão, sendo um período mais sombrio que gera mitos e lendas. Ela não é silenciosa, traz ruídos inexplicáveis das sinfonias noturnas da floresta e visões distorcidas que mexem com o imaginário. A noite é o momento de recolhimento, de se auto proteger, de se camuflar dos predadores e repousar.”, explica Elisa Monasterio, uma das vocalistas e baixista da Dois Barcos.

A nova fase na carreira da Dois Barcos traz como mote principal a representação da noite nas músicas e visuais, por isso, a escolha da cor azul marinho como guia. A ideia é gerar serenidade e harmonia, ao mesmo tempo que contrasta com o vermelho, que começa a surgir nos trabalhos com a ideia de destacar a dualidade da calma e do conflito, tão presentes nos últimos anos no contexto brasileiro.

Este equilíbrio pode ser notado nas canções, enquanto “Manto Lunar” fala sobre o valor do recolhimento, “Surto” é sobre desapego, sobre desprendimento. Uma das compositoras e arranjadoras das músicas, Elisa Monasterio conta mais sobre as diferenças:

“‘Manto Lunar’ é uma música que representa muito a era de novas composições da Dois Barcos. Não estamos nos fechando para trabalhar com as sonoridades que já temos de referências, mas estamos abrindo uma porta para explorar novas texturas musicais. Quando a luz começa a se dissipar é o momento em que os predadores saem de seus abrigos para o ataque (como diz no trecho ‘caiu na rede é pássaro’)”.

E continua:

“‘Surto’ fala sobre o esforço que fazemos para nos encaixar em contextos que às vezes nem cabem mais em nossas vidas e a dificuldade do desprendimento para encontrar um equilíbrio saudável. A foto da capa e o vídeo que vai acompanhar essa música no youtube são uma referência a isso. Às vezes é melhor se recolher, para poder entender o que soltar e o que ‘florescer’ dentro de si. Já tocamos ‘Surto’ em nossos shows, em versão pocket, mas a música está de cara nova, explorando novas sonoridades de arranjos e mixagem”.

A produção das canções teve início ainda em 2021, quando foram totalmente arranjadas, gravadas e mixadas em um estúdio caseiro pelos próprios integrantes da Dois Barcos. Entre as influências musicais para o lançamento do single estão a fase solo de Hayley Williams (vocalista do Paramore), Ex:re, Gorillaz, Sofi Tukker e Portishead.

A Dois Barcos teve seu início em 2014, com as instrumentistas e compositoras Elisa Monasterio (baixo e voz) e Rafaella Petrosino (guitarra e voz). Com a entrada de Gabriel B. Ferreira (guitarra), o projeto saiu dos covers no YouTube para o som autoral do EP “Pier” (2018).

Ficha técnica 

As fotografias de divulgação e da foto de capa são de Bruna Hissae. A maquiagem e o penteado são de Paula Kalisak, com assistência de Bia Cardozo. A capa do single duplo contou com assistência de fotografia de Tinho Sousa, com design de Skipp. Já as fotos de divulgação contaram com assistência de fotografia de Makura (fotos de luz azul) e Tinho Sousa (foto de capa e da flor).

O single duplo “Manto Lunar/Surto” conta com letra e arranjo de Elisa Monasterio, Rafaella Petrosino e Gabriel B. Ferreira. A bateria, na faixa “Surto” é de Marco Trintinalha. A engenharia de som ficou por conta de Elisa Monasterio e Gabriel B. Ferreira, que também atuou na mixagem. A masterização, por sua vez, é de Luis Lopes. Os visualizers no YouTube foram uma produção da Dois Barcos, com captação de Kaique Nunes e edição de vídeo de Elisa Monasterio. A maquiagem e penteado são de Paula Kalisak, com assistência de Bia Cardozo.

Quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

%d blogueiros gostam disto: