Telegrama: Pablo Vermell homenageia Lulu Santos em novo videoclipe

Quando o assunto é música pop no Brasil, Lulu Santos é uma das grandes referências, inspirando artistas de todos os cantos do Brasil. E Pablo Vermell é justamente um deles. Pablo divulga videoclipe para a sua versão de Telegrama.

A faixa, que é uma composição de Lulu Santos e Scarlet Moon, originalmente integrou o disco Lulu (1986) e foi regravada por Pablo Vermell à convite do selo Joia Moderna, que a inseriu na coletânea Futuro do Passado – As Canções de Lulu Santos

No videoclipe, Pablo Vermell realça a importância de três obras de Lulu Santos. Tratam-se dos discos O Ritmo do Momento (1983) e Eu e Memê, Memê e Eu (1995) e do compacto Melô do Amor (1980), que são representados ao decorrer dos frames. 

Assista o videoclipe de “Telegrama” no Youtube

Com este espírito, Pablo faz com que a sua versão de Telegrama encontre um elo entre a música alternativa contemporânea e o pop rock oitentista. O material audiovisual foi desenvolvido em parceria com o filmmaker Mika Xavier. A música, por outro lado, tem produção de Daniel Cataldi. 

A coletânea Futuro do Passado homenageia os 40 anos de carreira de Lulu Santos à medida que compila relíquias e hits com vários artistas independentes. Assim, além de Pablo, o disco reúne nomes como Duda Brack, Bemti, Antonia Morais, entre outros. A curadoria ficou a cargo do DJ Zé Pedro e do jornalista Renan Guerra. 

Pablo destaca que a sua versão de Telegrama busca uma sonoridade distinta, que foge da obviedade enquanto traça um paralelo entre a paixão e a liberdade. 

“O amor pode ser tão intenso, difuso e libertador quanto um passeio pela maior metrópole do país. Essa percepção me inspirou no videoclipe e nas sessões de gravação da música em si. O Lulu Santos sempre foi uma grande referência para o meu trabalho. Por isso, me sinto muito feliz em homenageá-lo de alguma forma”.

Natural da cidade de Guarujá, no litoral paulista, Pablo Vermell é um músico, jornalista e publicitário. Em 2021, estreou como artista solo divulgando o EP Fugaz, onde colaborou com YMA e Sara Não Tem Nome. Em seguida, mergulhou no mercado argentino com os singles Ya No Quiero Estar e Nada Que Decir (SP), lançados respectivamente em parceria com MOGUE (Julio Y Agosto) e Lumines

Para a sequência de 2022, Pablo deve lançar uma série de conteúdos autorais, incluindo um EP e três singles.

%d blogueiros gostam disto: