Mawaca faz viagem global e ancestral pela feminilidade em novo álbum

Mawaca, icônico grupo da cena paulistana, está de volta com seu oitavo álbum. “Nama Parir” é uma viagem aos cantos femininos de várias partes do mundo, em um repertório gravado à capella com as seis cantoras do grupo assumindo a percussão. O resultado é um registro poderoso e intimista dos caminhos percorridos por mulheres em tempos remotos e atuais que se desnudam para o ouvinte assim como o projeto buscou se separar temporariamente de uma instrumentação mais rica. 

 

“Esse projeto teve como foco a imersão nas vozes de mulheres de diferentes lugares do mundo, buscando explorar as vocalidades desses cantos femininos, que apresentam demandas de todo tipo”, conta a arranjadora Magda Pucci

 

Este novo álbum dialoga com o início do projeto, há 27 anos, e joga luzes sobre um repertório cantado por grupos minoritários em diversos dialetos como occitane, mongol, ladino, carélia, pugliese, línguas como espanhol, xhosa e búlgaro, além de português. “Nama Pariret” apresentará dois conceitos que permeiam o trabalho das artistas: nama é a força vital para a etnia Dogon do Mali e pariret é o termo usado pelos Ikolen-Gavião para se referir às coisas belas. 

 

Ela explorou o movimento oriental da melodia e acrescenta dissonâncias às harmonias criando uma textura potente com as vozes de Angélica Leutwiller, Cris Miguel, Rita Braga, Zuzu Leiva junto ao arranjo de percussão de Valéria Zeidan, que canta também.

 

“O álbum joga luzes sobre um repertório cantado por grupos minoritários em diversos dialetos e línguas. Nos despimos da instrumentação poderosa que sempre nos acompanhou e nos debruçamos sobre pérolas musicais delineando os caminhos percorridos por mulheres em tempos remotos e atuais”, conta a arranjadora Magda Pucci, conta Magda, fundadora do projeto que já venceu três Prêmios Profissionais da Música.

 

Esse projeto foi contemplado pelo Edital ProAC Expresso destinado a apoiar a gravação de álbuns musicais inéditos. 

%d blogueiros gostam disto: