Maikão busca proteção no clipe “Sal Grosso”

Cantor, compositor e multi instrumentista, Maikão lançou no final de 2021 o EP “Ascender”. Agora, o músico amplia a narrativa de força, fé e respeito às diferenças com o clipe “Sal Grosso”. O vídeo, em parceria com a Pyx Filmes, de Porto Alegre, retrata a importância da gratidão, da proteção e da natureza. 

Assista ao clipe “Sal Grosso”: https://youtu.be/u6YTiQinmEo 

Manifestações musicais do interior de São Paulo  fazem parte do mergulho que Maikão fez em “Ascender”, celebrando suas origens. As levadas percussivas ganham elementos eletrônicos em cinco faixas onde os temas vão da importância das raízes a questões políticas e a reflexão da legalização da maconha. “Sal Grosso” é um exemplo do olhar multifacetado de um artista que dialoga com questões mundanas ao mesmo tempo que dialoga com o sagrado. Exú ou Elegbara é quem cuida, protege e alerta os seres humanos, um orixá de respeito que foi  demonizado por diversas manifestações religiosas.

Ouça “Ascender”: https://onerpm.link/ascender 

O trabalho de Maikão é marcado pela atitude artística, presença e potência humana, assim como pela valorização das tradições populares e a interação com o universo da música pop alternativa. Essa mescla de referências surge no clipe de “Sal Grosso”. De costas para as sombras e de peito para a luz, a faixa ganha potência com os riffs mais pesados de “Ascender”. Estão em cena com o músico Cadiba dos Prazeres (baixo), Juca Natal (guitarra), os percussionistas Edu Vianna, Tata Roberta Cáceres e Ph Santin e Glaucio Camargo como intérprete de libras. Entre cordas e batidas marcantes , Maikão dança e esquiva, com banho de sal grosso, quebrando mau olhado com guiné e cortando quebrante com arruda.

“É uma música baseada na minha vivência dentro do místico do benzimento e da da força da natureza. Além disso, essa música retrata uma entidade da religiosidade afro-brasileira com o nome nigeriano – Elegbara é equivalente a Exu. Estas figuras trazem representatividade dentro do encanto da natureza e da diversidade religiosa”, explica.

Maikão vive a música – como trabalho, terapia, como encanto e estilo de vida. Ele se dedica ao Baque Caipira, grupo percussivo de maracatu fundado em 2013, e ao grupo tradicional de Samba de Lenço Mestre Antônio Carlos Ferraz, além de desenvolver atividades de música e expressões para idosos e adolescentes. 

Das suas pesquisas culturais, passando por música instrumental, big band e orquestra popular, aos palcos do SuperStar, Circo Voador, Lollapalooza e turnê em países da Europa acompanhando grandes nomes da música nacional e internacional, Maikão reúne suas vivências em “Ascender”, e agora mostra novos contornos de seu trabalho autoral com o clipe “Sal Grosso”, já disponível no canal oficial do artista no YouTube.

Ficha técnica

Vocal e composição: Maikão

Percussão: Jose Eduardo Vianna, Tainá Roberta Cáceres e Pedro Henrique Santin Costa Lima

Guitarra: Juliano César Silva Gomes

Baixo: Guilherme Ribeiro Miranda

Técnico de áudio: Felipe Romano Cogo

Intérprete de Libras: Glaucio José de Camargo Junior

Direção Executiva: Diego Leandro de Araújo

Roteiro/Direção: Kael Gonçalo

Direção de Fotografia: Kael Gonçalo & Edson Figueiroa

Produção: Pyx Filmes

Selo: A Música Vive   

Apoio: Locall

%d blogueiros gostam disto: