Magrelinha: Pedro Tasca mistura samba e fuzz em novo single

Faixa antecipa coletânea do Selo Abacateiro e tem participação de BrunãoDUBASS e Vito lofi.

Escute Magrelinha no Youtube

Tim Maia, Marcos Valle e Gramatik. Essas foram algumas das inspirações do vocalista e violonista da Roça Nova, Pedro Tasca, no single Magrelinha. Em outras palavras, a faixa mistura samba, boom bap e fuzz e conta com a participação especial de BrunãoDUBASS e Vito lofi.

A letra aborda a importância da fé e da força para resistir aos contratempos da vida, relatando principalmente o isolamento social durante a pandemia, tendo em vista que Magrelinha antecipa a coletânea Crisálida, do Selo Abacateiro. 

O disco reúne aproximadamente 20 artistas, que unidos visam superar as adversidades e os bloqueios criativos relatando suas respectivas experiências durante os últimos meses. 

Magrelinha, bem como as demais faixas da obra, foi construída de forma colaborativa. Assim, os vocais ficaram a cargo apenas de Pedro Tasca. No entanto, o instrumental conta com um beat de Vito lofi e instrumentos (violão, baixo e teclado) de BrunãoDUBASS. A gravação foi realizada no Estúdio Poty, em Juiz de Fora/MG.

Pedro Tasca frisa que o sentimentalismo da letra fica exposto na harmonia, que é repleta de contrastes. 

“Magrelinha” tem um violão com timbre limpo. Ele é aliado a uma série de elementos percussivos digitais, que marcam um compasso de samba, que logo progride para o boom bap. Em contraponto, temos linhas de baixo carregadas de fuzz. E essa mistura faz com que a faixa tenha uma espécie de frescor tropical”.

%d blogueiros gostam disto: