Lucas Augusto da Silva lança “O Beco do Amanhã”

Com o single inspirado em Hilda Hilst, Lucas Augusto da Silva abre dialogo para lançar seu novo livro, “Quarentenário”,  disponível em pré-venda.

Lucas Augusto da Silva lança  “O Beco do Amanhã”

Lucas Augusto da Silva lança “O Beco do Amanhã”, single inspirado na obra de Hilda Hilst | Crédito: Victor Pedrassoni

Brasileiro radicado em Portugal, o escritor, cantor e compositor Lucas Augusto da Silva prepara o lançamento de projetos gêmeos, frutos do período pandêmico: o EP “Desjejum” e seu novo trabalho literário, “Quarentenário”, já em pré-venda pela Editora Urutau. Unindo MPB e literatura, o artista abre o caminho para essa nova fase com o single “O Beco do Amanhã”, que chega a todas as plataformas. A faixa foi inspirada por um verso de Hilda Hilst presente em “Do Amor Contente e Muito Descontente”: “O tempo é na verdade o do retorno. (…) Pensa como seria se não fôssemos”.

Ouça “O Beco do Amanhã”: https://distrokid.com/hyperfollow/lucasaugustodasilva/o-beco-do-amanh

Garanta “Quarentenário”: https://editoraurutau.com/titulo/quarentenario-desjejum 

“A partir da provocação de Hilda Hilst, essa faixa apresenta um diálogo entre duas personagens que especulam sobre o futuro desde perspectivas muito diferentes. ‘O Beco do Amanhã’ é o endereço da flutuação entre o futuro e o destino”, reflete Lucas.

Ele é músico, poeta e escritor, nascido em São Bernardo do Campo e residente em Lisboa. Foi integrante dos projetos musicais Telavive (2011-13) e Torniquete (2013-15) em São Paulo e das bandas Há Caracóis (2018-19) e The Invisible Age (2019-20) em Lisboa, tendo colaborado na composição, execução e produção musical nestes e em outros projetos sonoros. Participou também de eventos musicais no Brasil, em Portugal e Angola.

É autor de “Revelação” (2017, Recanto das Letras), livro que apresenta poemas escritos durante sua mudança de país. É organizador da “Antologia Poética da Imigração Lusófona” (2021, Editora Kotter), o qual reúne poemas de 24 autores/as imigrantes em Portugal, e co-organizador do livro “O Brasil Contemporâneo e a Democracia” (2020, Outro Modo) que propõe um conjunto de análises críticas sobre a atual situação política do país, tendo colaborado ainda com ensaios, análises e textos ficcionais para diversos veículos.

Lucas Augusto da Silva lança  “O Beco do Amanhã”

Crédito: Victor Pedrassoni

Agora, além do EP, com produção musical do próprio artista, Lucas Augusto da Silva se prepara para divulgar seu segundo livro de poesia. “Quarentenário” será lançado no dia 17/11 e está disponível para pré-venda. Em suas cinco músicas, o EP trará os questionamentos e ansiedades em que Lucas mergulha no livro.

São dúvidas sobre o amanhã, sobre como serão as relações pessoais e como o tempo parece ora passar rápido ou devagar, tudo isso sob a ótica de um imigrante que usa a música de sua terra para trazer esse lar de forma sonora. “O Beco do Amanhã” é uma amostra desta estética disponível em todos os streamings de música.

Ficha técnica:

Concepção e produção musical: Lucas Augusto da Silva

Fotos: Victor Pedrassoni / Samara Azevedo

Masterização: Alexandre Azevedo

Siga Lucas Augusto da Silva:

www.instagram.com/lucasaugustodasilva_

www.facebook.com/lucasaugusto0

https://linktr.ee/lucasaugustodasilva

https://open.spotify.com/artist/2pFeat8PkCOzwoM9maI2nb?si=YoLeJcS-TLq384O-MtDWsw

Quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

%d blogueiros gostam disto: