godofredo apresenta “Dopamina” em vídeo

Banda expoente do cenário independente mineiro, godofredo faz um “indie Lô-fi”, carregando no seu som o DNA da música mineira embebido em inspirações que passam de Pavement e Pixies a Herbert Viana e Joni Mitchell, do dreampop e shoegaze ao progressivo. Essa mescla intensa de canções se encontra em “Arquivos Vol. 3”, primeiro disco de estúdio do projeto e de onde sai a faixa “Dopamina”. Ela acaba de ganhar destaque com um vídeo gravado ao vivo em casa – assim como o próprio álbum.

Como o título entrega, “Dopamina” fala do nosso vício em ativar esse neurotransmissor, responsável pela sensação de recompensa e alimentado a cada like numa foto, a cada feed atualizado com o toque de um dedo.

“Essa canção foi uma das últimas a serem compostas, já com o projeto do álbum em mente. Sendo assim, ela refletiu muito da impotência de nossa geração em relação a um contexto sociopolítico de destruição da nossa capacidade de reação e de ação diante de ataques políticos em uma guerra cultural que temos empreendido, até aqui, com enorme desvantagem. Uma canção que apela para os falsetes e para uma das melodias mais profundas e melancólicas do disco, se preparando para um final explosivo que nos convida a gritar nossa impotência”, analisa o guitarrista e vocalista Vinicius Cabral.

“Dopamina” é a segunda faixa de “Arquivos Vol. 3” a ganhar um clipe – “O Mar” inaugurou os trabalhos visuais, uma canção baseada nas experiências de Cabral vivendo no Rio de Janeiro. Sem se esquivar de tópicos pesados, o disco traz 10 faixas guiadas pela nostalgia sem perder o foco no atual cenário social e político e de olho no futuro. Entre as guitarras pesadas desse indie rock quase experimental, surgem crônicas atuais sobre nossas maiores incertezas e inseguranças.

Assista a “Dopamina”: 

Ouça “Arquivos Vol. 3”: https://lkt.bio/godofredo

Quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

%d blogueiros gostam disto: