Fryer lança álbum pós-punk, “The Moth – Before the Darkness”

É através de um som gótico e pós-punk que o artista visual e compositor, Fryer, estreia com seu disco “The Moth – Before the Darkness”. O trabalho abraça uma temática mais obscura, e tenta retratar o Brasil de 2021, através de sua visão político social. Seu lançamento conta com o selo norte-riograndense Nightbird Records, em todas as plataformas de streaming musical.

O artista piauiense, em suas sete faixas, dialoga com questões sociais presentes na atualidade. É através da visão de um nordestino em meio ao cenário político, que o país se encontra, que a narrativa de sua obra é traçada. variando entre o inglês e o português, ele expõe suas emoções.

“Esse é um disco conceitual que aborda várias figuras presas em um ambiente escuro onde ninguém sabe onde está, como chegou ali ou para onde está indo. Quase uma referência a Beckett. O álbum funciona como uma sátira nostálgica e atual do momento político e social que vivemos abordando temas como o narcisismo nas redes sociais e os desdobramentos políticos do Brasil nos últimos anos.”

Tentando encontrar a luz em meio a escuridão é a forma como Fryer vê sua obra.  Com uma sonoridade que leva a diferentes sensações, “The Empty Corridor” é uma das faixas de transição que se destaca, onde mergulha o seu ouvinte num ambiente melancólico e contemplativo, transformando-o num ser taciturno.

A capa do disco também conta com a produção de Fryer, feita através da colagem digital de fotografias, onde o autor imprime sensações.

“A ausência do rosto vem justamente para representar os pensamentos e a consciência social sendo diluídas. Não é uma persona específica. Somos todos nós perdidos. Sem ambições, sem perspectivas, sem uma imagem clara do futuro e sem rosto. O objetivo era criar uma imagem que conseguisse transmitir essa personalidade quase concreta se dissolvendo em um ambiente abstrato, no escuro, como um inseto lentamente desaparecendo na noite. A figura está suspensa nesse ambiente para significar a todos nós, que nesse momento, não sabemos para onde ir ou como seguir devido aos fatos que nos cercam em 2021”

“The Moth – Before the Darkness” foi idealizado em 2019, e todas as músicas foram compostas por Fryer. Sua pré-produção contou com a colaboração  da banda, composta por Izídio Cunha (baixo), Flávio Lopes (bateria) e Jean Medeiros (guitarra).  As gravações das faixas principais ocorreram no início de 2020.

Acompanhe Fryer

Site oficial: https://smarturl.it/TMBTDFryer

Instagram: https://www.instagram.com/fryertheeaterofvoids

quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

%d blogueiros gostam disto: