Fábio Ventura lança single inédito ‘A cor da flor’

Em parceria com o multiartista pernambucano Zé Manoel, Fábio Ventura lança ‘A cor da flor’, a letra é uma homenagem a mulhere preta e sua ancestralidade.

Fábio Ventura e Zé Manoel

Crédito: Irving Bruno

Após o sucesso do seu primeiro single ‘Sentimentos e sentidos’, lançado em 13 de agosto desse ano, o cantor Fábio Ventura lança sua nova composição junto ao artista pernambucano Zé Manoel, chamada ‘A cor da flor’. A música foi lançada hoje (23/09) com produção de Emanuel Santana pela Royal Produções com distribuição da OneRpm. O vídeo visualizer também sairá hoje à noite.

Segundo Fábio Ventura, a letra de ‘A cor da flor’ contempla um lugar de respeito a mulher preta. Entre metáforas para compor as mensagens subliminares da canção, cantamos o amor, para exaltar a beleza e a força, ao homenagear as mulheres negras e sua ancestralidade, de uma forma lúdica.  Fábio diz que assim que foi gravar a música ‘A cor da flor’ pensou no nome de Zé Manoel.

Quando pensei em gravar já pensei nele. Eu lembro que o ouvi tocar no seu piano na minha mente e era perfeito. Então fiz o convite e ele, para minha felicidade, aceitou – explica Fabio sobre a parceria com o artista pernambucano.

‘A cor da flor’ tem arranjo voltado à MPB com células de samba e Bossa – Lounge. O cantor carioca enfatiza que ‘A cor da flor” é uma canção sobre a integridade. A luz se faz no respeito e igualdade que trazemos no olhar. Todas as mulheres pretas trazem na pele suas histórias. Suas lutas, suas conquistas. Estendo a homenagem a todas cores, todas as flores pretas, as flores indígenas, asiáticas, brancas e que suas pétalas, suas histórias sejam respeitadas.

No som de Fábio Ventura há uma mistura de suas referências musicais. Ele bebe de fontes/artistas como Carlinhos Brown, Nina Simone, George Michael e Caetano Veloso.

Além desses nomes, o Pop, o Hard Rock e o movimento Grunge dos anos 90, certamente me influenciaram bastante na forma de cantar – conta.

‘A cor da flor’ está em todas plataformas digitais e pode ser ouvida pelo https://onerpm.link/528529982045

Mídia oficial Fabio Ventura: https://www.instagram.com/fabioventuraoficial/

Fabio Ventura

Crédito: Irving Bruno

Fábio Ventura: Destaque em diversos musicais e shows, o cantor e ator Fábio Ventura iniciou sua carreira em 1995. Nascido na cidade do Rio de Janeiro em agosto de 1976, o talento do cantor carioca é reconhecido pelo grande público de teatro e crítica especializada, no Brasil. Formado em Artes Cênicas pela Faculdade da Cidade, estreou seu primeiro show solo em 1999 e ao final de 2000 já tinha lotado às cinco apresentações no Teatro Ipanema, Teatro Villa- Lobos, Café Teatro Arena, Hipódromo Up, Garden Hall etc. Ao longo de 25 anos de carreira, Fábio Ventura participou de grandes produções de sucesso, colaborando com artistas renomados do cenário cultural brasileiro como Chico Buarque, Edu Lobo, Lenine, Roberta Sá, João Falcão, Miguel Falabella, Diogo Vilela e vários outros. Protagonizou o espetáculo musical ‘Love Story – O Musical’, em 2016, sendo indicado ao prêmio Fita (Festival Internacional de Teatro de Angra) de ator revelação, na estreia nacional do espetáculo. Participou de grandes produções da Broadway e do Teatro Musical Brasileiro como “Priscilla Rainha do Deserto”, “Sunset Boulevard”, “Se Essa Lua Fosse Minha”, “Dois Filhos de Francisco”, “Cambaio” dentre vários outros. Autor do espetáculo musical “Lonza”, contemplado no edital FPTM, primeiro festival de teatro do país dedicado exclusivamente a produções de teatro musical. Onde assina texto e é coautor das músicas do espetáculo, que foi apresentado ao público em Abril de 2021. Recentemente esteve cartaz com o espetáculo “ANGUSTIA-ME”.

Fabio Ventura e Zé Manoel

Crédito: Irving Bruno

 Zé Manoel: é um pianista, compositor e cantor pernambucano, conhecido pela crítica e pelo público mais atento à música independente brasileira. Gravado por artistas como Ana Carolina, Elza Soares, Fafá de Belém, Zé Manoel tem 3 discos e um DVD lançados no Brasil, sendo 2 editados no Japão. Delírio de um Romance a Céu Aberto (2016), vencedor do Prêmio da Música Brasileira na categoria Projeto Especial, tem participações de nomes como Elba Ramalho, Juçara Marçal, Tiganá Santana e com composições em parceria com Vanessa da Mata, Arthur Nogueira, dentre outros, lançado pelo selo Joia Moderna. Em 2019, pelo mesmo selo, lançou o DVD ao vivo, homônimo, com participações de Virgínia Rodrigues, Mariana Aydar, Ava Rocha, entre outros nomes, com direção do também premiado Paulo Borges. O álbum Canção e silêncio (2015), lançado através do edital Natura Musical, produzido pelo saudoso Carlos Alberto Miranda e por Kassin, teve uma edição japonesa, lançada pelo selo Core PORT, figurando nas listas de melhores lançamentos de 2015 no Japão, além de seu disco de estreia Zé Manoel, com lançamento independente no Brasil e Japão pelo selo Dessinée Production. Em Outubro de 2020, lançou seu quarto álbum, intitulado Do Meu Coração Nu, com participações de nomes como Luedji Luna, do maestro Letieres leite (Orquestra Rumpilezz), da cantora norte americana Gabriela Riley, num projeto onde aborda questões raciais, através de críticas sociais, do amor preto, do diálogo com outros artistas e pensadores pretos, com o intuito de reconstruir as histórias perdidas na diáspora africana. Com produção de Luisão Pereira e participações de músicos como Stephane San Juan, Kassin, Alberto Continentino, o álbum foi lançado simultaneamente no Brasil pela Joia Moderna e no Japão pela Core PORT.

Quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

%d blogueiros gostam disto: