Em single “Na Catraca”, Felipe Parra fala de um amor efêmero no metrô.

Felipe Parra une indie e música popular em álbum previsto para o ano de 2022.

Felipe Parra anuncia novo single – Foto Crédito: Reprodução – Gabriel Vituri

O cantor paulistano Felipe Parra une diversos estilos no seu disco de estreia “Estrela” sendo indie, psicodélico, pop, brega e também MPB essa mistura como uma viagem às memórias afetivas musicais. Enquanto finaliza o disco, o artista reflete uma paixão rotineira com alguém que cruza seu caminho em uma viagem de metrô no single “Na Catraca”.

“Quando ‘Na Catraca’ ficou pronta, ouvi e chorei (porque eu choro demais mesmo, como diz a letra da música) lembrando de momentos em um restaurante onde eu ia com a minha família quando era pequeno. Um lugar bem popularzão. Tinha uma bandinha de senhores que tocava umas versões de Roberto Carlos e coisas assim, e os casais ficavam dançando abraçados. Esse é o clima e o sentimento dessa música para mim”, conta Felipe.

Ouça “Na Catraca”: https://tratore.ffm.to/na-catraca

Cantor, compositor e produtor musical nascido e criado na Zona Leste de São Paulo, o artista faz de seu trabalho autoral um resgate da música pop brasileira em um álbum de figurinhas e referências que compõem o universo musical de um jovem da ZL nos anos 80 e 90 – em palavras dele, “era Roberto Carlos no rádio da cozinha, Só Pra Contrariar tocando no vizinho e Racionais na festinha” –, sempre com apelo orgulhosamente popular no que define como “uma mistura de Claudio Zoli com Tame Impala”.

“É um processo também de aprender a gostar de mim mesmo”, diz Felipe, que também é criador da série “Música Boa”, onde levanta discussões periódicas sobre música popular, criação, consumo e indústria musical, em episódios lançados no IGTV.

Quer conhecer mais? Visite a Cabana Da Música. Siga nosso conteúdo no Instagram e no Twitter.

 

%d blogueiros gostam disto: